Carregando...

atbpa@atbpa.com.br

+55 (94) 99238-7039

Rancho Carvalho Cunha um lugar de sonhos

O Haras além do treinamento dos Três Tambores tem o projeto de Equoterapia junto a APAE de Canaã dos Carajás

 

Lucas , competidor do Rancho 

O Rancho Carvalho Cunha foi criado pelo casal Wemerson e Laura para ser um recanto da família, e realmente foi isso que ele construiu, um lugar especial.

Além da sua família participar e estar envolvida com os cavalos e os Três Tambores, ele abriu espaço para algo ainda maior, com o projeto da Equoterapia que atende crianças da APAE e a Escolinha de Equitação.

Assim, o Rancho Carvalho Cunha se tornou uma grande família, e faz parte dos Haras que participam do Campeonato da ATBPA.

 

História

O casal Wemerson e Laura sempre tiveram uma forte ligação com os cavalos, ainda quando moravam em Minas Gerais, na época com Marngalarga. Após casados e com dois filhos quando se mudaram para o Pará que esse elo se fortaleceu, mas agora com a raça Quarto de Milha.

“Em 2010, nossa família que ainda era composta por 4 pessoas, eu minha esposa Laura e os filhos João e Lucas viemos para Canaã dos Carajás. Quando chegamos aqui, encontramos nos cavalos uma forma de distração, conexão com as origens e alegria para os filhos. O Rancho Carvalho Cunha começou de uma forma muito familiar, um ambiente inicialmente construído para João e Lucas”, conta Wemerson.

Em 2015, eles tiveram os primeiros contatos com as provas de Três Tambores na nossa região, por incentivo de Genilson Martins (Ninil).

“O Ninil nunca mediu esforços para nos ajudar, sempre nos incentivou. Em 2016, nossa família ficou completa com a chegada da Eduarda. Nesta mesma época, começamos a nos envolver e participar mais das provas de 3 Tambores. Os meninos tomaram gosto, aí não teve mais como ficar sem se envolver no esporte”, detalha.

Atualmente os animais são treinados Nelson de Oliveira Junior, conhecido como Júnior Oliveira, que também apoia a escolinha de Equitação e Três Tambores.

Os atletas do Haras são as crianças, o espaço do Rancho Carvalho Cunha foi pensada para eles. “O Lucas, também compete! Ele é apaixonado por tudo que se refere a animais.  O João monta de forma recreativa. Mas é um grande competidor! Eduarda está iniciando agora nos treinos, a gente acredita que logo teremos uma competidora em pista!”, fala com entusiasmo Wemerson.

 

Competidor João Vitor

Atualmente estão apenas treinando para manter o ritmo dos animais, mas em tempos normais, participavam do Campeonato Paraense, Copa Carajás e bolões regionais.

Tendo o Rancho como principais títulos: 1º Lugar na Categoria Potro Futuro, na III Copa Carajás com a égua Ronda Rojo Cash; 1º Lugar na Categoria Cavalo Iniciante, na IV Copa Carajás com a égua Monalisa Ta Fame VZ (ambas copas promovidas pelo NCQM/ ATBPA).

 

baias do Rancho 

Estrutura

A estrutura do Rancho Carvalho Cunha de acordo com Wemerson, é simples e funcional. É composta por 13 baias para abrigar os animais deles, e de terceiros que treinam no Haras; uma pista de treino; áreas de apoio (redondel, brete).

“Usamos a pista para a escolinha de Equitação e Três Tambores. Além do projeto social que temos em parceria com a APAE de Canaã dos Carajás. Aonde duas vezes por semana, temos sessões de Equoterapia aqui no Rancho, para as crianças e adolescentes assistidos pela APAE.

 

 

 Crianças da Equoterapia 

 

Projetos e sonhos

O principal foco hoje de Wemerson é a cobertura da pista, que garantirá mais conforto as crianças e os animais que hoje participam dos projetos da Equoterapia e da Escolinha no Rancho. Atualmente eles atendem 21 crianças na Equoterapia e contam com 10 alunos na Escolinha.

“Com a cobertura da pista, poderemos vislumbrar ampliação do atendimento da Equoterapia, que hoje é um diferencial na vida das famílias e nossa. É uma alegria imensa podermos contribuir para um mundo mais incluso e mais feliz”, fala Wemerson com carinho do projeto.

 

 

O futuro do Rancho , Eduarda 

 

ATBPA para o Rancho

Para o Rancho Carvalho Cunha participar dos Campeonatos da ATBPA é motivo de muito orgulho e alegria. “Os ambientes de prova são extremamente familiares e organizados. Todos torcem para que os resultados sejam positivos e cada vez melhores. A gente sempre é recebido com carinho e atenção. Sempre buscando o melhor do esporte, disciplina e alegria em estarmos vivenciando uma vida saudável!”, finaliza Wemerson.

Mais notícias