Carregando...

atbpa@atbpa.com.br

+55 (94) 99238-7039

Circuito Paraense ATBPA o maior campeonato do Norte/Nordeste

Já foram realizadas 60% das etapas contabilizando quase 2 mil inscrições e mais de R$ 170 mil em premiação distribuída

 

A Associação de Três Tambores e Seis Baliza do Pará - ATBPA tem um papel importante no fomento do esporte no Estado, apresentando em todos os cantos as modalidades, e incentivando novos competidores, e assim com as escolinhas surgindo novos proprietários.

A nova diretoria vem com novas propostas para fomentar ainda mais a região e regulamentar os esportes junto a Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Quarto de Milha- ABQM.

Um dos pontos importantes é o suporte na realização das etapas com os custos de juiz pagos pela Associação, além de toda a divulgação e apoio na parte da secretaria.

“O que estou achando muito importante dessa gestão 2018/2019, é a união da diretoria, todos preocupados em ajudar e graça a esse trabalho em equipe, às provas estão acontecendo cada dia em melhores condições. A ATBPA sempre se preocupando em orientar os organizadores das provas, antes da realização vai uma equipe vê as condições do estabelecimento, na parte de pista, baia, de organização, e dá uma assessoria com antecedência para o dono da prova e uma semana antes também, dando um suporte e segurança para o realizador e isso está sendo fundamental para o sucesso das etapas”, expôs Danilo Barbosa de Castro, vice-presidente ATBPA.

A Associação também vem realizando um trabalho de orientação aos associados na parte de documentação dos animais, sempre estando a postos a ajudar no que for necessário, e se preciso em contato direto com a ABQM.

“Outra preocupação da ATBPA é orientar os associados com relação a documentação dos animais junto a ABQM, no começou foi difícil, foi um trabalho mais árduo, mas hoje os associados tem seus cavalos em ordem a ABQM e todos os animais são registrados na SGP Sistema , todos se adaptaram e agora fazem questão de deixar tudo em ordem”, detalha Danilo.

Outro trabalho que vem sendo feito é deixar todos os animais chipados, então, todas as etapas tem um inspetor para realizar esse trabalho, e a ATBPA ainda cobre parte dos custos do valor que o proprietário tem que pagar para o profissional.

No Pará  os competidores  chegam a rodar 800 km para participar de um evento, esforço esse que é reconhecido e valorizado pela ATBPA, por isso umas das preocupações foi à divisão em várias cidades do Circuito, além de prestigiar os participantes com boa premiação.

Já foram realizadas cinco etapas do 7º Circuito Paraense contabilizando ao todo 1.967 inscrições com a distribuição de R$ 170.860,00 em premiação, passando pelas cidades de Acará, Rondon do Pará, Parauapebas, Jacundá e Paragominas. Ainda restam quatro etapas a serem realizadas e a expectativa é um crescimento ainda maior desses números.

“Estamos trabalhando para o desenvolvimento e crescimento do esporte no estado, dando todo o suporte que pudermos na realização das provas e também no incentivo da abertura de novos núcleos. E a grande novidade no Campeonato esse ano é que daremos uma premiação final de mais de R$ 35 mil, valorizando associados, treinadores criadores e proprietário de cavalos, com destaque para categoria Aberta, que o conjunto melhor ranqueado ganhará uma moto 0 km,” finaliza Luciano Lima, presidente ATBPA.

O Circuito tem um ranking de pontuação, que ao final os melhores de cada categoria são premiados.

 

Para mais informações acesse www.atbpaoficial.com ou o aplicativo Https://App.Vc/Atb.Pa, ou entre em contato pelo (94)99238-7039.

 

 

 

 

Mais notícias